6 melhores práticas para uma administração escolar de qualidade

6 melhores práticas para uma administração escolar de qualidade

administração escolar

Uma instituição de ensino deve priorizar as melhores práticas de administração escolar da atualidade. Não basta oferecer um conteúdo de alta qualidade para os alunos, porque o colégio necessita apresentar uma boa infraestrutura para os estudantes atingirem um bom desempenho.

Além da conservação do patrimônio, uma escola deve utilizar recursos tecnológicos que chamem a atenção do público-alvo e tornem as aulas mais interessantes. Não considerar as mudanças sociais provocadas pelo avanço tecnológico é um dos maiores erros que um gestor de uma escola pode cometer.

Neste post, apresentaremos 6 dicas para gerenciar uma instituição de ensino de forma inteligente e atenta às demandas dos estudantes e dos pais. Confira!

1. Elabore o planejamento estratégico

Para uma escola avançar, é fundamental definir os objetivos e as metas a curto, médio e longo prazo. Por isso, o planejamento estratégico é uma ferramenta cada vez mais utilizada pelas empresas atualmente. Nele devem estar alguns aspectos essenciais para o bom funcionamento de uma organização, como:

  • missão (razão de existência da instituição);
  • visão (de que maneira a colégio pretende ser visto no futuro);
  • valores (práticas que devem ser adotadas por todos os colaboradores).

Também é indicado a montagem da matriz SWOT, que aponta as forças (pontos positivos) e as fraquezas (aspectos negativos) no âmbito interno, além das oportunidades e ameaças que estão relacionadas com o segmento externo.

Com essas informações coletadas, é mais fácil traçar as metas a serem atingidas. Elas devem ser acompanhadas por meio de indicadores de desempenho, parâmetros que ajudarão a escola a verificar se está apresentando um bom rendimento. O monitoramento da performance é indispensável para constatar eventuais dificuldades e encontrar alternativas para superá-las.

A administração escolar deve participar ativamente do planejamento estratégico e também atuar na revisão dessa ferramenta de gestão. Se não houver o engajamento dos gestores e dos funcionários, esse recurso não será relevante para o crescimento da instituição de ensino.

2.Tenha foco na tecnologia

Por mais que os professores sejam capacitados e criativos, ignorar a tecnologia no ambiente escolar é pedir para ser superado pela concorrência. Muitas escolas têm utilizado, com frequência, tablets e smartphones para os alunos conseguirem um melhor rendimento em sala de aula.

Um colégio pode, por exemplo, usar um aplicativo para os estudantes assimilarem melhor o conteúdo da língua inglesa por meio de exercícios que os ajudariam a ter um maior domínio do idioma.

Também é possível uma instituição de ensino adotar uma plataforma, onde os pais podem acompanhar a frequência e a nota dos filhos em cada disciplina. Essa iniciativa contribui para aproximar os responsáveis dos gestores e dos professores, melhorando o relacionamento entre eles.

As escolas ainda podem investir em softwares para aperfeiçoar a administração escolar. Esses sistemas podem fornecer dados sobre o patrimônio, o que ajuda a verificar em que setores o colégio deve investir para não comprometer a qualidade dos serviços.

3. Priorize o controle financeiro

Em um cenário de instabilidade econômica, uma escola precisa se preocupar com o controle dos gastos e a entrada de receita. Manter o pagamento de funcionários e fornecedores em dia é uma forma de manter o ambiente organizacional mais tranquilo e aberto a novos investimentos.

É importante contar com um sistema que permita verificar uma série de itens relacionados com a saúde financeira da escola, como:

  • valores das contas de água e de luz;
  • folha salarial;
  • taxa de inadimplência;
  • descontos concedidos para bolsistas;
  • custos com fornecedores;
  • empréstimos;
  • receita proveniente do pagamento das mensalidades.

A análise das finanças é crucial para fazer uma estimativa de gastos para o futuro. Um colégio não pode se dar ao luxo de atingir um elevado grau de endividamento, porque poderá tomar medidas drásticas para contornar a situação, o que pode prejudicar o nível do ensino e afastar os alunos.

A administração escolar deve ter um olhar atento para a montagem do orçamento e o controle dos gastos. Do contrário, terá mais dificuldades de reter estudantes e de adotar medidas para melhorar o desempenho dos alunos e dos professores.

4. Tenha cuidado com o patrimônio

É muito bom contar com os softwares modernos de gestão escolar e com aplicativos que estimulem a participação dos alunos em sala de aula. Contudo, essa ação deve estar acompanhada de um gerenciamento adequado do patrimônio.

Ficar com o bebedouro defeituoso durante muito tempo e não cuidar devidamente da biblioteca, por exemplo, são ações que desestimulam os alunos e prejudicam a imagem da instituição de ensino. Com uma administração escolar ativa, é simples evitar que essas situações ocorram e prejudiquem o ambiente.

Um cronograma de atividades para a limpeza dos ambientes e vistoria de como estão conservados itens importantes do patrimônio (mesas, cadeiras, lâmpadas etc.) contribui bastante para a escola estar mais bem arrumada e agradável para receber os alunos.

5. Valorize o bom relacionamento

É importante manter o respeito pelos alunos como forma de cativá-los. Uma boa maneira de fazer isso é incentivando o diálogo em sala de aula. O ideal é que o professor ofereça oportunidade para todos se manifestarem sobre como está o andamento das atividades. Se essa ação for realizada de forma planejada, não vai atrapalhar a qualidade do ensino.

Pelo contrário, vai fazer com que os estudantes se sintam mais valorizados, o que vai aumentar o estímulo em participar das tarefas. A escola pode abrir um canal de contato para os pais se manifestarem pelo site ou redes sociais. À medida que a administração escolar se mostra receptiva para interagir, maiores são as chances de engajamento e fidelização.

6. Invista na qualificação dos funcionários

Os professores merecem um cuidado especial, porque precisam estar atentos às novas tendências de cada disciplina. Para eles estarem sempre preparados, é recomendado que a escola tenha um programa de treinamento que priorize a melhoria contínua dos docentes.

Com a facilidade de adquirir as informações pela internet, os alunos exigem dos professores mais capacidade de articulação de ideias e foco na atualização constante. Também é crucial investir na capacitação dos demais colaboradores para que eles prestem um atendimento cortês e de boa qualidade para o público-alvo.

A administração escolar deve estar atenta à infraestrutura da instituição, ao relacionamento com os stakeholders e à qualidade do ensino. Com essa postura, terá mais condições de reter os alunos e de conquistar a confiança dos pais.

Se você deseja receber boas dicas para gerenciar melhor o seu colégio, não perca tempo e curta a nossa página no Facebook. O conhecimento sempre nos ajuda a alcançar resultados mais expressivos!

6 estratégias de fidelização de alunos para aplicar na sua escola
Post anterior 6 estratégias de fidelização de alunos para aplicar na sua escola
aumentar a rentabilidade
Próximo post 6 dicas essenciais para aumentar a rentabilidade da sua escola
Close