6 estratégias de fidelização de alunos para aplicar na sua escola

6 estratégias de fidelização de alunos para aplicar na sua escola

6 estratégias de fidelização de alunos para aplicar na sua escola

Uma maneira de uma instituição de ensino verificar que está desenvolvendo um trabalho de alta qualidade é por meio do nível de fidelização de alunos. Afinal, o grau de envolvimento dos estudantes com a escola mostra como eles estão satisfeitos com as ações realizadas e o aprendizado.

Um colégio deve ter bastante planejamento para implantar uma estratégia que tenha foco na retenção dos alunos, pois esse é um fator primordial para o fortalecimento da imagem. À medida que uma escola é bem avaliada pelo público-alvo, maiores são as chances de expandir a presença no mercado.

Neste post, abordaremos 6 dicas valiosas para as instituições de ensino estarem mais preparadas para fidelizar os estudantes. Confira!

1. Reconheça a importância da família

Um passo importante para a escola ser bem reconhecida é valorizar a família. Hoje, muitos estudantes têm mais contato com os professores do que com os próprios pais.

Isso mostra que os docentes podem contribuir bastante não apenas para a formação intelectual dos alunos, mas também para a construção da personalidade (maneira de se relacionar com as pessoas e noção dos direitos e deveres).

Esse cenário faz com que seja importante que os familiares sejam convidados para reuniões com os professores na escola. Essa iniciativa pode ser feita trimestralmente e é uma forma de os responsáveis terem um contato mais próximo com os docentes para compreenderem melhor o comportamento dos filhos no ambiente escolar e nos demais segmentos sociais.

Os pais e responsáveis também podem ser convidados para participar de eventos promovidos pela escola, tais como feira de ciências e peças teatrais com a participação dos alunos. Essa medida cria maior proximidade entre a família e a instituição, o que é bastante positivo.

2. Aposte no bom relacionamento com os estudantes

Se um colégio tem como meta a fidelização de alunos, precisa investir em ferramentas que propiciem aos estudantes apresentarem sugestões e críticas sobre o andamento das aulas e a infraestrutura da escola. Essa oportunidade pode ser feita por meios digitais (aplicativos, sites etc.), o que chama mais a atenção das crianças e adolescentes que adotam a tecnologia para diversas tarefas do cotidiano.

Uma ideia de um aluno pode ser bastante útil para a melhoria da qualidade do ensino. Além de oferecer um espaço, é válido mostrar que uma inovação adotada foi apenas possível graças à colaboração de um estudante. Isso vai motivar os demais a se expressarem, o que ajudará a escola a entender melhor seu público e a buscar a melhoria contínua de forma mais inteligente.

Também é interessante os professores e demais colaboradores estarem abertos ao diálogo e conversarem sobre situações que podem prejudicar o ambiente escolar, como casos de bullying. Os alunos, ao se sentirem acolhidos, estarão mais envolvidos com o colégio e dispostos a aprender.

3. Invista nas aulas inovadoras

Já foi o tempo em que o ensino se baseava apenas na leitura dos livros e na exposição do professor. De olho nessa tendência, algumas escolas estão apostando em outros recursos para atrair os estudantes. Um deles envolve a gravação de vídeos por meio de uma plataforma online, em que o professor e os alunos comentam, por exemplo, um tema que pode ser cobrado na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Os jogos educativos são mais uma alternativa para inovar no aprendizado. É possível aproveitar esse recurso para trabalhar o conteúdo de uma matéria. Em Biologia, por exemplo, os estudantes podem usar o game Minecraft para construir um ecossistema citado em sala de aula.

O uso de ferramentas tecnológicas é, portanto, uma medida que contribui para a fidelização de alunos, pois é uma maneira mais lúdica e atraente de reforçar o aprendizado.

4. Ofereça atividades extracurriculares

Na correria do cotidiano, muitos pais têm dificuldades de levar os filhos para atividades fora do horário da escola. Pensando nisso, alguns colégios oferecem projetos extracurriculares que envolvem, por exemplo, o ensino da robótica, beneficiando o desenvolvimento do raciocínio lógico.

Há também a oferta de atividades como dança, esporte, música e o ensino de outros idiomas. Disponibilizar oportunidades para a diversão e o reforço do aprendizado no ambiente escolar é uma iniciativa que deixa os alunos ainda mais conectados à instituição.

Com certeza, os pais ficam satisfeitos com um colégio que oferece um ensino de alta qualidade e iniciativas que propiciam aos estudantes o desenvolvimento da sociabilidade e da cultura, além do conhecimento do próprio corpo.

5. Saiba divulgar as ações realizadas

É bastante positivo contar com professores qualificados, atividades extracurriculares atraentes e uma excelente infraestrutura. Mesmo assim, uma instituição de ensino precisa do marketing para fortalecer a marca e construir uma imagem positiva sólida.

Um colégio deve apostar bastante nas redes sociais. Ter um perfil no Facebook e no Instagram é imprescindível não apenas para divulgar as ações realizadas, mas também para criar um vínculo mais forte com estudantes, docentes e demais segmentos da comunidade escolar.

O anúncio em jornais e em emissoras de TV e rádio é mais uma opção para projetar o colégio, desde que o público-alvo da instituição faça parte da audiência desses veículos. Outra ação válida é utilizar o e-mail e o WhatsApp para comunicar os pais sobre as reuniões e outros eventos que serão promovidos pela escola.

Muitos colégios também estão explorando o marketing de conteúdo. Com o uso de blogs corporativos, as instituições de ensino reforçam temas importantes para a comunidade escolar ficar mais engajada, o que favorece o aprendizado e o maior envolvimento da família com os filhos.

6. Valorize os professores

A fidelização de alunos somente é possível quando a escola tem professores qualificados e que saibam se relacionar com os estudantes. Se um docente for muito técnico, mas não tiver empatia, pode tornar o ensino pouco estimulante, o que afeta negativamente o aprendizado.

Para evitar esse problema, é válido as escolas investirem em um programa de capacitação continuada. Nele será possível adotar medidas para eliminar os pontos fracos do professor e aproveitar melhor as potencialidades dele.

Uma instituição de ensino que não valoriza os profissionais está abrindo espaço para a concorrência se destacar.

Com planejamento, criatividade e bom senso, uma escola tem boas chances de obter sucesso na fidelização de alunos. Se uma instituição de ensino não for capaz de envolver os estudantes, terá sérias dificuldades para se manter no mercado.

Se você quer ficar bem informado sobre as novas tendências da educação, vale a pena, ler agora mesmo, este post sobre o currículo flexível nas escolas do século XXI.

Descubra como tornar sua escola inovadora e quais os benefícios
Post anterior Descubra como tornar sua escola inovadora e quais os benefícios
administração escolar
Próximo post 6 melhores práticas para uma administração escolar de qualidade
Close