Descubra o que é Storytelling e como usar para captar alunos

Descubra o que é Storytelling e como usar para captar alunos

A produção de narrativa é uma prática ancestral que permitiu a transmissão de conhecimento, cultura e valores ao longo das gerações. Suas técnicas foram apropriadas por vários segmentos, incluindo o mercado da educação que vê a narrativa como uma ferramenta para a captação de alunos. Mas o que é storytelling e por que se comenta tão bem dele por aí?

Resumidamente, trata-se de uma oportunidade de retomar a potência criativa das boas histórias. No contexto educacional pode ser aplicado tanto para construir uma boa imagem da instituição como complementar processos de ensino-aprendizagem.

Neste post, você vai conhecer mais sobre o storytelling e como ele funciona. Em seguida, vai conferir dicas práticas para obter resultados positivos na captação e retenção de alunos. Não perca!

O que é storytelling?

Todos temos histórias para contar. De onde veio a ideia do nome de sua escola? Quantos professores já atuaram na instituição? Algum ex-aluno se tornou uma figura pública conhecida? Cada uma dessas perguntas terá como respostas muitas narrativas.

Mas não basta ter algo para contar, é preciso contar uma boa história. E “boa” aqui significa relevante e com propósitos definidos. Com o storytelling é possível transmitir o conteúdo desejado em uma narrativa envolvente resultante de um enredo elaborado e da combinação entre palavras e recursos tecnológicos.

Como ele funciona?

O segredo do sucesso do storytelling está no resultado que uma história bem apresentada desperta na audiência. Quando a narrativa é envolvente, ela estimula ao mesmo tempo as emoções e a imaginação.

No storytelling os ouvintes participam da história, mergulhando e reagindo ao enredo apresentado. Isso explica porque muitas vezes ficamos tão conectados aos enredos e personagens das séries, novelas, cinema ou literatura.

Quanto maior for a captação de atenção produzida por uma história, maior a adesão da audiência àquilo que é dito.

Por que o storytelling ajuda a atrair mais alunos?

Com a técnica você pode criar uma estratégia para ampliar a presença de sua escola na memória de pais e alunos. Os pais podem se identificar com as soluções apresentadas pela escola, o que faz com que eles imaginem que seus filhos serão bem-sucedidos nesse ambiente.

O storytelling também é uma ferramenta estratégica para a captação e retenção de estudantes porque é capaz de indicar as distinções de sua escola. Ele fornece evidências autênticas de que sua instituição difere das outras, atraindo aqueles que possuem interesses e necessidades correspondentes.

Além disso, a neurociência identificou que a familiaridade humana com o padrão narrativo contribui para maior memorização e compreensão dos fatos, estimulando a inteligência múltipla dos estudantes.

Por último, boas histórias conectam as pessoas. Compartilhar histórias da instituição contribui para a construção da cultura escolar. O resultado? As narrativas compartilhadas se tornam exemplo da visão e dos valores da instituição, promovendo comportamentos positivos.

Como usar o storytelling em sua escola?

Como você viu, o storytelling é o uso da contação de história para atingir um determinado objetivo. Apresentamos, na sequência, dicas de como criar essas narrativas, onde se inspirar e como apresentá-las. Confira!

Aprenda a contar histórias relevantes

Para produzir um bom storytelling, você não deve deixar de seguir aquela estrutura básica comum a qualquer narrativa: começo, meio e fim.

Começo

Inicie com a apresentação de um conflito que precisa ser resolvido. Na escola, você pode apresentar as limitações e os desafios para que um objetivo fosse alcançado.

Meio

É a parte do desenvolvimento das ações e da identificação das soluções para o problema. Nesta etapa da história ocorre uma superação que dá início ao ponto de virada.

Fim

Apresenta a nova realidade, expondo a transformação seja na história da própria escola, seja na vida de uma pessoa. Além disso, para ser bem-sucedida essa narrativa deve:

  • incluir elementos visuais;
  • apresentar diálogos reais;
  • ter pelo menos um personagem que gere identificação com o público-alvo;
  • estimular diferentes reações emocionais.

Planeje a apresentação das histórias

Há várias maneiras pelas quais as escolas podem compartilhar suas histórias. Para fortalecer a imagem pública da instituição, você pode iniciar compartilhando histórias sobre a história da escola; missões e valores da instituição; histórias de sucesso de professores, alunos e outros colaboradores e os desafios já superados.

Saia à procura de boas narrativas

Não deixe que as histórias de sucesso de sua escola sejam apenas motivo de orgulho para você. Compartilhe essas narrativas! Toda vez que você testemunhar ou ouvir sobre um momento inspirador, encorajador, empolgante ou divertido, reserve um momento para registrar essa experiência.

Não se esqueça de contar com a colaboração da comunidade escolar. Porteiros, professores e outros colaboradores costumam ser grandes guardiões de histórias. Esses pequenos registros do cotidiano escolar carregam a marca da instituição e podem ser exemplo de boas ações acontecendo em sua escola que podem produzir ótimos storytellings.

Prepare a equipe para registrar momentos importantes

Professores e colaboradores podem atuar também como agentes responsáveis por captar situações que podem servir como estratégia do storytelling.

Uma escola que busca ser reconhecida por ser referência no emprego da tecnologia na educação pode, por exemplo, criar uma série de histórias a partir das aulas de robótica. Os professores podem produzir fotos, recolher relatos para produzir conteúdos que mostram aos pais as ações da escola para reforçar o compromisso com a educação 4.0.

O storytelling pode ser ainda mais impactante se em meio a esses registros você incluir também a participação dos alunos.

Use o marketing digital para compartilhar as histórias

Muitas escolas ainda negligenciam a presença da escola na internet. Por isso, uma boa maneira de melhorar a comunicação escolar e adotar o storytelling para captar mais estudantes é abusar das ferramentas tecnológicas.

O melhor canal para contar histórias de sua escola é o site da instituição. Já as redes sociais podem funcionar como plataformas secundárias para atrair sua audiência para a página da escola. Isso aumenta o tráfego no site e aumenta a reputação do negócio no ambiente digital.

Empregue o storytelling na sala de aula

O storytelling é um fio condutor para criar maior interesse nos estudantes. Por meio dele é possível construir narrativas capazes de conectar diferentes conteúdos, apresentando-os de forma interessante, irresistível e contextualizada.

Se você parar para pensar em seus professores preferidos de sua vida estudantil, certamente há de se lembrar dessa pessoa como uma boa contadora de histórias. Profissionais assim já usavam sem saber os recursos do storytelling para captar a atenção dos alunos.

A técnica na prática escolar não consiste apenas na criação de uma narrativa convincente e atrativa, capaz de estimular elementos como a surpresa, o suspense e o humor. Ela envolve ainda técnicas de apresentação da história, como a entonação da voz e o ritmo da fala, bem como o uso de recursos de apoio como imagens, vídeos e sons que estimulam os sentidos e a imaginação.

Essa estratégia é também uma vantagem competitiva para alunos cujos pais optam por escolas com metodologias de ensino inovadoras.

Você descobriu o que é storytelling e como ele é uma excelente técnica capaz de utilizar as narrativas para criar uma conexão com pais e alunos. Por isso, ele pode ser adotado no dia a dia escolar tanto para a retenção e captação de novos alunos.

Curta nossa página no Facebook e fique sempre atualizado sobre novidades do mercado de educação e tecnologia!

Powered by Rock Convert
Post anterior Comunicação on-line na escola: como ajuda a aproximar os pais?
Próximo post Como engajar alunos ao longo do ano? Veja 4 ações incríveis!
Close