Saiba o que são campos de experiência na educação infantil e como são trabalhados | Escolas Disruptivas

Saiba o que são campos de experiência na educação infantil e como são trabalhados

campos de experiência na educação infantil

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) serve de referência para as instituições de ensino desenvolverem ações com os alunos de diferentes faixas etárias. Atualmente, a educação infantil tem uma contribuição relevante na formação intelectual das crianças, que precisam ser estimuladas para adquirir conhecimento e compreender o que acontece ao redor.

Essa fase tem um papel muito importante para meninos e meninas não apenas se divertirem, mas também terem mais condições de desenvolver a fala, a escrita e a coordenação motora. À medida que as crianças aprendem novas habilidades, mais integradas estarão ao ambiente escolar e à sociedade.

Neste post, mostraremos como os campos de experiência na educação infantil podem ser trabalhados para fortalecer o aprendizado. Confira!

Veja como estão organizados os campos de experiência na educação infantil

Pensando nisso, vamos apresentá-los, apontando as características de cada um deles. Acompanhe!

O Eu, o Outro e o Nós

Trabalha com as experiências que envolvem a identidade e a subjetividade. O foco é o desenvolvimento social e pessoal da criança. São analisadas as maneiras como ela se relaciona consigo mesmo e com os outros (professores, pais, colegas de turma).

Esse período tem uma grande influência na personalidade do indivíduo, porque contribui para o início do autoconhecimento e da capacidade de respeitar o outro. Conviver com as diferenças é imprescindível para o cidadão compreender as diferentes formas de comportamento e de pensamento presentes na sociedade.

A escola, nessa fase, deve ajudar a criança a ter uma imagem positiva de si. Além disso, precisa fazer com que ela tenha autoconfiança para vencer os obstáculos e as dificuldades no começo da infância. É possível trabalhar com a gravação de vídeos curtos em que as crianças prestam depoimento sobre si mesmas e as ações feitas em sala de aula.

Corpo, gestos, movimentos

Dos campos de experiência na educação infantil, esse se caracteriza por estimular bastante as crianças. Isso porque elas passam a se relacionar melhor com o corpo por meio de brincadeiras e outras atividades desenvolvidas na escola.

Nesse campo, a coordenação motora é bastante priorizada por meio da música, dança e teatro. Esse trabalho é feito para o aluno conhecer melhor o corpo e ter noções de posicionamento (frente, atrás, dentro, fora etc.).

É importante fazer com que a criança reconheça os limites do próprio corpo para cuidar mais de si mesma. Dessa forma, ela tem mais condições de evitar quedas e outros acidentes em casa ou no colégio.

Traços, sons, cores e formas

As atividades desse campo destacam a experiência dos alunos com os diferentes movimentos artísticos, científicos e culturais. Elas também incluem um contato mais próximo com a música e a linguagem visual.

Além de enfatizar a escuta, os trabalhos são dirigidos para aumentar o repertório musical e fazer com que a criança desenvolva o senso crítico para escolher os estilos musicais que mais despertam interesse.

Os alunos passam a conviver mais com instrumentos musicais e canções tradicionais de festas populares. Também são promovidas iniciativas para eles conhecerem manifestações culturais ligadas ao campo visual, como:

  • desenho;
  • fotografia;
  • pintura;
  • escultura;
  • modelagem.

Para despertar a criatividade, as escolas podem promover brincadeiras em que as crianças produzam sons com o próprio corpo ou com objetos ao redor. Isso vai ajudá-las a diferenciar facilmente os sons agradáveis daqueles que as incomodam.

A tecnologia também pode ajudar com tablets os alunos podem por meio de aplicativos praticar o desenho. Na internet, também estão disponíveis músicas que fazem a alegria das crianças.

Escuta, fala, pensamento e imaginação

De todos os campos de experiência na educação infantil, esse mostra como a linguagem oral é indispensável para a boa convivência e a compreensão de tudo que acontece ao redor. As crianças são estimuladas a conversar sobre as histórias contadas em sala de aula e a participar de brincadeiras (cantigas de roda e jogos cantados), em que a oralidade tem uma grande influência na dinâmica.

Por meio de leitura de livros, os alunos passam a ter contato com diversos personagens em vários contextos. Isso contribui para desenvolver atividades voltadas para a imaginação, como criar uma pequena história a partir do que foi trabalhado em sala de aula.

Assim, o aluno trabalha com a criatividade ao visualizar novos personagens e até um final diferente para a obra. Elaborar novos cenários e pensar nas emoções que uma história provoca são fatores vitais para a criança desenvolver a capacidade de raciocínio.

Dependendo do nível de aprendizado da turma, o professor pode pedir para os alunos escreverem e lerem uma nova história. A medida vai estimular não apenas a criatividade, mas também o compartilhamento de experiências.

Hoje, há muitos livros digitais à disposição. Os colégios podem incentivar a leitura em casa. Assim, os pais podem no celular ou no tablet contar uma história para os filhos e interagir com eles. Esse processo contribui bastante para o aprendizado e a formação de novos leitores.

Espaço, tempo, quantidades, relações e transformações

As iniciativas estão voltadas para criar uma ideia de espaço (perto, longe etc.) e uma maior compreensão do movimento corporal (para frente, para trás etc.). Há também um direcionamento para as crianças terem uma maior percepção de tempo (dia, noite e estação do ano).

Nesse campo, as escolas abordam a questão cronológica das atividades, mostrando o significado de termos, como ontem, hoje, amanhã etc. Esse processo tem como meta fazer com que as crianças compreendam a sequência de fatos relacionados com a vida delas.

Além disso, colabora para que elas tenham uma melhor noção de rotina. Por exemplo, uma família cria um calendário de ações que o aluno realiza durante a semana.

De segunda a sexta-feira, a criança precisa se arrumar até as 12 horas para ir à escola. No final de semana, ela pode almoçar até as 13 horas. Fazer com que os alunos tenham consciência de organização temporal vai ajudá-los a desenvolver as tarefas com mais tranquilidade.

Mudanças

A questão do tempo é trabalhada para mostrar que a sociedade passou por muitas mudanças ao longo da história. Essa iniciativa pode ser feita explicando como as pessoas faziam para se comunicar antes da internet ou mostrando como o ser humano se locomovia quando não existia o carro nem avião.

Nesse campo, também existe um direcionamento para entender as operações matemáticas. A medida propicia ao aluno compreender, por exemplo, o número de cartas necessárias para participar de um jogo e como ele pode repartir os brinquedos com os amigos.

Entenda a importância da tecnologia no desenvolvimento destas habilidades

Vale a pena apresentar um vídeo no YouTube que mostre como fazer belos desenhos? É interessante usar um aplicativo para dispositivos móveis com exercícios para a criança conhecer novas palavras em português e em inglês?

Com certeza, a resposta é sim. O avanço tecnológico deve fazer parte, também, do aprendizado do aluno. Se a escola não estiver conectada com a realidade digital, não será um local atraente para os estudantes.

Com planejamento e criatividade, as escolas podem desenvolver projetos interessantes com base nas características dos campos de experiência na educação infantil. O mais importante é possibilitar que as crianças tenham um aprendizado consistente, voltado para a formação do senso crítico e a capacidade de se relacionar com o outro.

Se você quer mais informações para aperfeiçoar a qualidade do ensino na sua escola, assine a nossa newsletter agora mesmo. O conhecimento é crucial para superar novos desafios e evoluir a cada dia!

Ensino para nova geração: conheça as principais mudanças
Post anterior Ensino para nova geração: conheça as principais mudanças
Próximo post Descubra os critérios de tecnologia da BNCC para sua escola
Close