Descubra como usar a tecnologia no ensino médio de maneira eficiente

Descubra como usar a tecnologia no ensino médio de maneira eficiente

O tempo em que utilizar ferramentas tecnológicas em sala de aula era visto como um tabu ficou no passado. Hoje, investir nesse tipo de inovação é fundamental para escolas que buscam, além de um bom diferencial no mercado, a oportunidade de oferecer a melhor educação possível aos seus estudantes. Para isso, usar a tecnologia no ensino médio é essencial.

Ao lidarmos como uma geração altamente conectada, não há nada melhor do que fazer uso dessas ferramentas como um mecanismo educacional. Além de aproximar os estudantes de suas realidades também em sala de aula, esse tipo de estratégia facilita a aquisição de conhecimento e aumenta consideravelmente o engajamento da turma com o colégio e os estudos.

Mas, afinal, como podemos incluir a tecnologia no dia a dia de aulas do ensino médio sem prejudicar o rendimento da classe? A seguir, veremos algumas maneiras simples de tornar essa tarefa possível e saberemos, também, como colocar em prática da maneira mais eficiente. Boa leitura!

Qual é a importância da tecnologia no ensino médio?

Como mencionado no início de nossa conversa, utilizar a tecnologia no ensino médio (e, claro, em outros momentos da educação dos jovens) é algo extremamente vantajoso devido à proximidade dos estudantes com essa realidade.

Boa parte dos adolescentes passa a maior parte de seu tempo conectada. Seja por meio de tablets, computadores ou smartphones, uma coisa é certa: é difícil encontrar um jovem que não saiba lidar muito bem com esse tipo de ferramenta.

A tecnologia é, portanto, um estilo de vida para esse grupo, que a utiliza como forma de expressão e também como um importante mecanismo de absorção de conhecimento. Por isso, que tal parar de observá-la como uma vilã e passar a utilizá-la como uma aliada ao ensino?

Trazer os aparatos tecnológicos comuns ao cotidiano dos estudantes para a sala de aula é uma incrível maneira de torná-los mais interessados, diminuindo questões importantes como a evasão escolar. Além disso, contribui-se para a melhora do desempenho geral da classe, que se torna mais engajada e participativa.

Quais ferramentas podem ser utilizadas para a implementação da tecnologia?

A seguir, veremos algumas das principais maneiras de trazer a tecnologia para o dia a dia das salas de aula de modo simples, objetivo e muito eficiente para o aprendizado.

Uso de aplicativos

O uso de aplicativos é algo altamente difundido entre os jovens. Além das redes sociais, a maioria deles é destinada à edição de fotos e vídeos ou à diversão, mas nada impede que sejam usados com fins educacionais. Há diversas opções de apps destinados exclusivamente à educação!

Gamificação

A gamificação é outra maneira incrível de aproximar os estudantes da tecnologia no ensino de modo divertido e interativo. Ela utiliza elementos de jogos no aprendizado, focando a superação de desafios e a premiação com a conquista de determinados resultados. É uma ótima forma de fazer com que os alunos fiquem sempre interessados em ampliar os conhecimentos!

Avaliações online

A realização de avaliações online já é uma tendência em diversos lugares do mundo e tem chegado para ficar no Brasil. Ela é, além de interessante para os estudantes, uma ótima forma de contribuir para o meio ambiente com a redução de gasto de materiais. Também é benéfica para as finanças da escola, que pode economizar bastante!

Textos em formatos digitais

Você já ouviu falar em letramento digital? Ele corresponde à “alfabetização” dos estudantes no mundo virtual, feita com textos digitais. Ela permite que os alunos interpretem adequadamente os textos publicados na web e, claro, filtrem as informações de forma eficiente. Além disso, é fundamental para a garantir a segurança dos jovens online.

Realidade virtual

Experimentar a realidade virtual é uma experiência única. Essa estratégia certamente captará o interesse de seus alunos e fará com que eles aprendam de modo muito mais interativo!

Apresentações em multimídia

Já utilizada em muitas escolas, as apresentações em multimídia também podem ser citadas quando falamos do uso da tecnologia no ensino médio. Essa é uma boa estratégia para diversificar as aulas e torná-las mais interessantes, fazendo com que a classe se engaje muito mais durante o período letivo.

Livros digitais

Embora nada substitua um bom livro, o uso de livros digitais está se tornando cada vez mais comum. Habituar-se à leitura em dispositivos eletrônicos é muito importante e, por isso, utilizá-los em sua escola fará toda a diferença para a formação dos estudantes e para o estímulo desse importante hábito.

Como colocar essas dicas em prática no dia a dia escolar?

Agora que já conhecemos algumas das maneiras de colocar a tecnologia no dia a dia dos estudantes, chegou o momento de discutirmos as melhores formas de colocar tudo isso em prática.

Para fazer uma transição realmente eficiente entre o ensino tradicional e a implementação tecnológica em uma escola, é sempre recomendado que o colégio conte com ajuda especializada.

Os profissionais capacitados são sempre os mais indicados para alocar a tecnologia na proposta pedagógica do colégio, respeitando as suas particularidades e fazendo modificações graduais e que realmente correspondam às necessidades daquele ambiente e de sua equipe.

Além disso, contar com profissionais especializados é uma boa maneira de capacitar o corpo docente. Assim, eles podem receber o treinamento necessário para lidar com essa nova realidade e repassá-la aos seus estudantes e aos responsáveis.

O uso de metodologias ativas de aprendizado também é uma boa maneira de fazer com que essa transição seja feita de modo eficiente. Entre elas, podemos citar os métodos STEM e STEAM, além da metodologia LET, estratégias incríveis que utilizam a tecnologia como uma revolução no ensino.

Como podemos ver, utilizar a tecnologia no ensino médio não é só muito vantajoso para a escola, que se torna uma referência no ensino, mas também para os alunos, que ficam muito mais engajados e interessados no próprio aprendizado. Por isso, trata-se uma estratégia revolucionária para qualquer instituição de ensino inovadora!

Para saber mais sobre o contexto educacional da geração atual, conhecida como Geração Z, confira nosso artigo especial sobre os 3 principais desafios enfrentados pelos docentes com o ensino dos alunos dessa faixa etária! Conte como foi sua vivência

Powered by Rock Convert
Post anterior 7 melhores práticas para aumentar a retenção de alunos na escola
Próximo post Você conhece o perfil do professor do futuro? Veja 6 competências!
Close